Páginas

sábado, 29 de novembro de 2014

Calmaria

Tempo ameno
Sem palavras ao vento
Sem vento, ao menos
Mas com uma gritante tentação
Que silencia feito trovão
De desejo de você
De vontade de te ver
De solidão...

- Bruno Bezerra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores :