Páginas

domingo, 29 de junho de 2014

“Me desliguei um pouco dessa paranóia de ‘o que os outros vão pensar?’ e agi, segundo a minha vontade, segundo aquilo que eu julgo certo, que se danem os outros, afinal quem vai viver o momento sou eu! E dai se eu acordar arrependida? Pelo menos não terei dormido na vontade! E se eu errar? Ah, arquiva aí como experiência.”

- Tati Bernardi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores :