Páginas

quinta-feira, 29 de maio de 2014

“Abraçava os travesseiros como se fossem o corpo dele. 
E chorava e chorava e chorava até dormir.” 

- Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores :