Páginas

sexta-feira, 25 de abril de 2014


"Que vontade, que vontade enorme de dizer outra vez meu amor, 
depois de tanto tempo e tanto medo. Que vontade escapista e burra de encontrar noutro olhar que não o meu próprio - tão cansado, tão causado - qualquer coisa vasta e abstrata quanto, digamos assim, um caminho."

- Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores :