Páginas

terça-feira, 25 de março de 2014

É engraçado como estamos sempre nos proibindo de nos apaixonar, negando que se quer sentir, querendo tanto ser duro, intocável, frio. 
Como se pode mentir tanto pra si mesmo? O que mais se almeja é sentir esse calor no peito, o sorriso bobo, sonhos encabulados. 
O motivo se querer se prender? Medo. Medo de se machucar, de não ser recíproco, de bater a cara, de ser enganado. Medo. Mas como é possível ter tanto medo de um sentimento que nos aquece, que nos faz criança de novo? Tolice. Não é do sentimento mas das consequências dele, caso um dia venha a desmoronar. 
Mas se desmorona, é porque um dia esteve em seu ápice. 
Então se deixe levar por sorrisos bobos, canções melosas, 
um coração mais quente, uma vida mais viva. 

- Hélen Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores :