Páginas

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Pra amar, tem que conhecer. Pra amar, tem que se perceber. 
Pra amar, tem que doer um pouco.
Porque dói, é uma descoberta, é uma mudança, é um se ver no outro,
é um ver o outro exatamente como ele é - e ainda assim amar.

 — Clarissa Corrêa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores :