Páginas

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Ninguém abre a porta mas ele entra assim mesmo. 
O medo se instala em nossa vida e nossos olhos passam desconfiança. 
Existem muitos medos, medo do perigo, do que é diferente, do desconhecido,
mas talvez todos os medos se baseiem em um só, o medo de não sermos amados.

 — Celina Ferrer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores :