Páginas

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Eu sou um eterno apaixonado por palavras. Música. E pessoas inteiras. 
Não me importa seu sobrenome, onde você nasceu, quanto carrega no bolso. 
Pessoas vazias são chatas e me dão sono.
Gosto de quem mete a cara, arrisca o verso, desafia a vida. 
Eu sou criança. E vou crescer assim. 
Gosto de abraçar apertado, sentir alegria inteira, inventar mundos, inventar amores. 
O simples me faz rir, o complicado me aborrece. 

— Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores :