Páginas

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Então você pula, engole muita água, sente dor no corpo,
cai em si, começa a mexer os braços e pensa: ou eu nado ou eu morro. 
E você decide viver. Mesmo que pra isso tenha que morrer nadando. 

— Clarissa Corrêa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores :