Páginas

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

E se eu te querer sempre, sempre e para sempre?

Ela sabia que precisava dele. Mas tinha medo da compulsão.
De querer ele sempre e sempre e pra sempre.
E amanhã e depois. E de dia, e tarde, de madrugada. Pra dormir feliz…

 — Tati Bernardi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores :