Páginas

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

E vez ou outra a bagagem pesa demais, é preciso parar, 
descansar, tomar uma água e continuar. 
É preciso dar um tempo. Ele, o famoso tempo, aquele cara que ninguém gosta, 
mas que feliz ou infelizmente cura tudo. Tudo mesmo. 

— Clarissa Corrêa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores :