Páginas

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

"Que continue sendo doce o seu modo de demonstrar afeto, 
o seu jeito, seus olhares, seus receios.
 Que seja doce a ausência do nosso medo, o seu abraço 
e a maneira como segura minha mão. 
Que seja doce, que sejamos doce e seremos, eu sei." 

- Caio Fernando Abreu
Ontem, por incrível que pareça, todos os lugares que pisei eu te procurei. Fiquei feliz em poder sentir tua falta - a falta mostra o quão necessitamos de algo ou alguém. É assim o nosso ciclo. Eu te preciso. Perto, longe, tanto faz. Me faz bem pensar nessas atividades corriqueiras, que supostamente você está fazendo. Ah, e eu estou te esperando, com meu coração pulsando forte, e quero te abraçar até sentir o mundo girar apenas para nós. É, eu gosto muito de ti.
Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores :