Páginas

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Ontem, por incrível que pareça, todos os lugares que pisei eu te procurei. 
Fiquei feliz em poder sentir tua falta 
- a falta mostra o quão necessitamos de algo ou alguém. 
É assim o nosso ciclo. Eu te preciso. Perto, longe, tanto faz. 
Me faz bem pensar nessas atividades corriqueiras,
 que supostamente você está fazendo. 
Ah, e eu estou te esperando, com meu coração pulsando forte, 
e quero te abraçar até sentir o mundo girar apenas para nós. 
É, eu gosto muito de ti. 

- Caio Fernando Abreu
Não eram um casal perfeito, daqueles de cinema. Brigavam muito, ficavam um tempo sem se falar e nesse intervalo ainda rolava uma guerra de indiretas, cada um querendo ser o dono da verdade. Mas no fundo eles sabiam que tudo era joguinho bobo de orgulho, e que por trás das caras fechadas e bicos não se aguentavam de saudade. Tudo bem se eles passavam uma imagem de cão e gato, mas uma coisa é certa… Eles se amavam mais do que qualquer coisa.
Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores :