Páginas

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Seu coração não quebrou, pelo contrário, é única coisa que ficou intacta.

 Ele está lá, esperando por outrem. Como o meu, que pulsa melhor que antes. 
Um dia vou despertar e voltar a me abraçar com a solidão, estou sabendo.
 Por hora, não. 
Amanhã. Hoje, sigo sorrindo, chantageado pela minha versão atual.
 Toda manhã meu sonho acorda dentro de outro sonho."

Gabito Nunes in Você não se quebrou.

No fundo, tudo o que você escreve 
é o que você deseja ouvir

Cair em si.

 Foi ai que percebi que eu tinha desistido antes de chegar ao fim. Só por ter perdido algo que amava antes, desisti de lutar pelo que amo. Foi então que percebi que estava reclamando por algo que coloquei dentro de mim que perderia um dia. E nem percebi que eu mesma estava jogando fora. Me perdoem, não deixarei acontecer. Mesmo que eu não consiga continuar tendo vocês, quero ter a certeza dentro de mim que fiz o meu melhor, que dei tudo de mim.

Reality.

Ontem, me permiti sonhar acordada antes de dormir de verdade, me permiti deixar a mente voar um pouco ao invés que puxá-la para baixo em um movimento brusco como de uns tempos pra cá. Me permiti sorrir sozinha... até haver a junção de não saber mais se estava dormindo ou não... deixei a mente voar, e só coloquei os pés no chão pela manhã, ouvindo o som da realidade.

 Aquela realidade que sempre volta pela manhã.

Believe.

Esqueça todos esses preconceitos de que sonhos devem ser ilusórios.
Esqueça tudo isso que te impede de ver as coisas mais nítidas,
 mais reais, mais alcançáveis.
Perceba que agora, 
é a sua vez... 
Agora, 
você deve fazer a sua parte.
É mais fácil
amizade virar amor
do que
amor virar amizade.

Ele Não Está Tão Afim De Você

"Ensinam muitas coisas as garotas: Se um cara lhe machuca, ele gosta de você. Nunca tente aparar a própria franja. E um dia, vai conhecer um cara incrível e ser feliz para sempre.
Todo filme e toda história implora para esperarmos por isso: A reviravolta no terceiro ato, a declaração de amor inesperada, a exceção à regra. Mas as vezes focamos tanto em achar nosso final feliz que não aprendemos a ler os sinais, a diferenciar entre quem nos quer e quem não nos quer, entre os que vão ficar e os que vão te deixar. E talvez esse final feliz não inclua um cara incrível. Talvez seja você sozinha recolhendo os cacos e recomeçando, ficando livre para algo melhor no futuro. Talvez o final feliz seja só seguir em frente.
Ou talvez o final feliz seja isso: Saber que mesmo com ligações sem retorno e corações partidos, com todos os erros estúpidos e sinais mal interpretados, com toda a vergonha e todo constrangimento, você nunca perdeu a esperança."



Texto do filme: Ele Não Está Tão Afim De Você

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Seguir em frente então.

"Vai passar,tu sabes que vai passar. Talvez não amanhã, mas dentro de uma semana, um mês ou dois, quem sabe? O verão está aí, haverá sol quase todos os dias, e sempre resta essa coisa chamada 'impulso vital'. Pois esse impulso às vezes cruel, porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo, te empurrará quem sabe para o sol, para o mar, para uma nova estrada qualquer e, de repente, no meio de uma frase ou de um movimento te surpreenderás pensando algo assim como "estou contente outra vez". Ou simplesmente "continuo", porque já não temos mais idade para, dramaticamente, usarmos palavras grandiloqüentes como "sempre" ou "nunca". Ninguém sabe como, mas aos poucos fomos aprendendo sobre a continuidade da vida, das pessoas e das coisas."

 [Caio Fernando Abreu]
 "Em verdade,
 para nós não existe
"destino".
Somente aqueles que,
 embebidos em medo e 
ignorância,
perdem o passo e caem no rio lamacento que chamam de "destino".
[Bleach]

Queria ter opções,

Tudo bem, eu sei que nem tudo pode dar certo, sei que não tem como realizar todos os meus sonhos e ter você aqui ao mesmo tempo. Não podem acontecer tantas coisas boas juntos. Eu queria poder parar tudo e tirar todas as tristezas, todos os medos, anseios e preocupações. Quero parar de fingir que me preocupo com coisas idiotas enquanto no fundo só quero um motivo pra pensar em algo falsamente produtivo. Queria ao menos uma vez não deixar coisas pela metade, ou pessoas importantes pra trás. Não quero mais sentir aquela sensação de tanto faz... quero ao menos uma vez ver que posso contar com alguém, que posso contar com você. Odeio sentir essa sensação de não saber quem sou, o que sou, o quero pra meu futuro, o que realmente desejo.

As coisas andam tão complicadas que nem consigo mais escrever, não sinto mais a música me invadindo, e nem faço mais questão de muitas coisas. Queria só me esquecer de tudo e poder recomeçar sem minhas antigas decepções. Sei que tem coisas que realmente deveriam acontecer, pois não podia me apoiar sempre e alguém, existem momentos em que devemos nos sustentar um pouco, em que devemos aprender a andar com nossas próprias pernas. Eu só espero poder voltar e contar coisas boas, coisas felizes, poder dizer que vale a pena pois no fim tudo dá certo. 

Mas como dizem, ainda não chegou ao fim.

Tudo fica bem no final.
Se não está tudo bemnão é o fim.

domingo, 29 de janeiro de 2012

"Somos iguais, de épocas diferentes.
 Somos mais do que esperam da gente."

[Cassi Tamandaré]

Não Desista Nunca ,

Se você não acreditar naquilo que você é capaz de fazer,
 quem vai acreditar?  ##
Dizer que existe uma idade certa, tempo certo, local certo, não existe. 
Somente quando você estiver convicto daquilo que deseja e esta convicção fizer parte integrante do processo. Mas quando ocorre este momento? Imagine uma ponte sobre um rio. Você está em uma margem e seu objetivo está na outra. Você pensa, raciocina, acredita que a sua realização está lá. Você atravessa a ponte, abraça o objetivo e não olha para traz. Estoura a sua ponte. Pode ser que tenha até dificuldades, mas se você realmente acredita que pode realizá-lo, não perca tempo: vá e faça. Agora, se você simplesmente não quer ficar nesta margem e não tem um objetivo definido, no momento do estouro, você estará exatamente no meio da ponte. Já viu alguém no meio de uma ponte na hora da explosão... Eu também não. 
Realmente não é simples. Quando você visualizar o seu objetivo e criar a coragem suficiente em realizá-lo, tenha em mente que para a sua concretização, alguns detalhes deverão estar bem claros na cabeça, ou seja, facilidades e dificuldades aparecerão, mas se realmente acredita que pode fazer, os incômodos desaparecerão. É só não se desesperar. Seja no mínimo um pouco paciente. Pois é, as diferenças básicas entre os três momentos são:
- ESTOURAR A PONTE ANTES DE ATRAVESSÁ-LA.
Você começou a sonhar... Sonhar... Sonhar! De repente, sentiu-se estimulado a querer ou gozar de algo melhor. 
Entretanto, dentro de sua avaliação, começa a perceber que fatores que fogem ao seu controle, não permitem que suas habilidades e competências o realizem. Pergunto, vale a pena insistir? Para ficar mais tangível, imaginemos que uma pessoa sonhe viver ou visitar a lua, mas as perspectivas do agora não o permitem, adianta ficar sonhando ou traçando este objetivo? Para que você não fique no mundo da lua, meio maluquinho estoure a sua ponte antes de atravessá-la, rompa com este objetivo e parta para outros sonhos!
- ESTOURAR A PONTE NO MOMENTO DE ATRAVESSÁ-LA.
Acredito que tenha ficado claro, mas cabe o reforço. O fato de você desejar não ficar numa situação desagradável é válido, entretanto você não saber o que é mais agradável, já não o é! Ou seja, a falta de perspectiva nem explorada em pensamento, não leva a lugar algum. Você tem a obrigação de criar alternativas melhores. Nos dias de hoje, não podemos nos dar ao luxo de sair sem destino.
 O nosso futuro não é responsabilidade de outrem, nós é que construímos o nosso futuro. Sem desculpas, pode começar... 
- ESTOURAR A PONTE DEPOIS DE ATRAVESSÁ-LA.
No início comentei sobre as pessoas que realizaram o sucesso e outras que não tiveram a mesma sorte. Em primeiro lugar, acredito que temos de definir o que é sucesso. Sou pelas coisas simples, sucesso é gostar do que faz e fazer o que gosta. Tentamos nos moldar em uma cultura de determinados valores, onde o sucesso é medido pela posse de coisas, mas é muito mesquinho você ter e não desfrutar daquilo que realmente deseja. As pessoas que realizaram a oportunidade de estourar as suas pontes de modo adequado e consistente, não só imaginaram, atravessaram e encontraram os objetivos do outro lado.
Os objetivos a serem perseguidos, foram construídos dentro de uma visão clara do que se queria alcançar, em tempo suficiente, de modo adequado, através de fatores pessoais ou impessoais, facilitadores ou não, enfim o grau de comprometimento utilizado para a sua concretização.

sábado, 28 de janeiro de 2012

Sinto falta das notas que soavam do seu violão,
sinto falta das cores e sorrisos.
 Sinto falta do seu olhar travesso,
 e da sua risada
 incomparável.
 A distância
 pode 
separar 
fisicamente, 
mas nunca nossa amizade. 
Nossos corações estão juntos, para um cuidar do outro.

Não se esqueça da sua alegria.

Não deixe essas coisas te afetarem dessa forma. 
De onde vem todas essas alegrias, todos esses sorrisos, todo esse ânimo? 
Você não desistiu e não vai ser agora que vai desistir. 
Pare de se preocupar tanto, de se importar tanto com essas pessoas, com o que elas dizem. 
Você sabe que no final, só ficam os verdadeiros, então de que adianta se importar agora. 
Viva a sua vida, as suas alegrias, os seus desejos, o seu tempo, porque se você parar pra viver por eles a sua vida não vai valer de nada, porque se agora não estão sempre com você, depois então nem estarão mais.
 E você sabe disso.
 E você sabe que é forte pra enfrentar isso. 
E você vai continuar sendo feliz, mesmo passando por isso outra vez.
"Desnecessário
é sofrer por alguém
 que você sabia
 que nunca
iria dar certo." 



[Caio Fernando Abreu]

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Espera que o sol, já vem...

Um amor puro, um amor que acalma, que preenche, que soma, que tira nossos medos, que nos dá vontade de recomeçar, um amor em que podemos ser nós mesmos.
Era aquele amor, o amor que compreende, que crescer, que quer bem, que nos faz sentir de novo leve, completa, confiante. Era só isso que se queria, era só isso que gostaria que acontecesse, ela só não tinha mais coragem pra procurar. São tantas procuras, tantas ilusões, tantas decepções, que algo dentro dela tinha se conformado com tudo. Não tinha desistido, só tinha se acostumado.
Agora ela só queria saber até quando se sentiria assim... mas ela tinha a impressão de que ainda ia durar um bom tempo, até aparecer alguém pra derrubar essa barreira, até existir alguém pra trazê-la de volta.


"Mas é claro que o sol, vai voltar amanhã
Mais uma vez eu sei...
Escuridão já vi pior, de endoidecer gente sã,
Espera que o sol já vem..."
[Renato Russo] 
 "O que importa quantos amores você tem se nenhum deles te da o universo?"

A vida pode ser comparada à conquista de uma montanha . . .

 Já que a vida possui seus altos e baixos. 
Para ser conquistada, merece detalhada observação, a fim de que a chegada ao topo se dê com sucesso. Quanto mais subimos, mais árduo vai se tornando o caminho. Chegando a uma 1º etapa, necessitamos de toda a força para prosseguir. 
O importante é chegar ao topo. Do alto, percebemos que os nossos problemas, que já foram superados são do tamanho das casinhas lá embaixo. Na longa jornada, os espaços acima vão sendo conquistados dia a dia.  Depois vêm as tempestades de neve, os ventos gélidos que são os problemas e as dificuldades que ainda não superamos. Se escorregamos numa ladeira de incertezas, podemos usar as nossas habilidades para parar e voltar de novo. Para a escalada da montanha da vida,  é preciso aprender a subir e descer, cair e levantar, mas voltar sempre com a mesma coragem.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Cuida de mim enquanto finjo, enquanto fujo ♫♪

O fato de conseguir sorrir em meio a tudo isso e aparentar estar sempre bem me surpreende sempre. Essa sua fé, essa sua força, essa sua vontade de seguir em frente de alcançar seus objetivos que me dá gás pra continuar sabe. É a sua força que me empurra pra frente, é a sua força que me faz forte. Essa sua capacidade de ouvir tudo o que tenho a dizer e ficar em silêncio me fazendo sentir tudo o que queria dizer é tão inexplicável... O fato de conseguir segurar sua lágrimas quando toco no seu ponto frágil me faz ver o quanto amadureceu, o quanto cresceu, o quanto se fortaleceu.
Não sei se ajudei a todas essas mudanças acontecerem, mas fico feliz por elas terem acontecido...
Mesmo eu não conseguindo chegar "tão perto", você me parece mais segura, me mantendo um pouco menos preocupado com você.
O seu bem me faz bem e sei que sabe disso...
Gosto muito, e me preocupo com você, e sei que sente o mesmo.
Continue crescendo, e seja feliz, pois assim também serei.
Enquanto eu me sentia, sem chão sem saber o que fazer, ele me olhava com um sorriso esperançoso, com um olhar de que tudo iria dar certo. Eu não conseguia entender o porque de toda aquela confiança.

Meu coração apertado, e ele lá firme, segurando a minha mão, dizendo que tudo daria certo.
Queria que ele soubesse o quanto me salvava naquele momento, me salvava do desespero querendo me dominar. Minha vontade era de sentar ali e chorar, não de tristeza, mas de cansaço. Eu queria cair num sono profundo até amanhecer outra vez, até as coisas começarem a caminhar novamente. Enquanto meu olhar desesperado encontrava o dele calmo, sereno, era como se o peso que eu carregava fosse dividido, era como se ele conseguisse ver tudo de uma forma mais fácil, mais simples...
Me disseram que eu era forte, mas não...
Ele que era, e era a fora dele que me deixou de pé.
 E ele sabia disso, e ele sabe disso. #

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

"Aponta pra fé e rema."

Tudo o que faço é na esperança de um dia ver que tudo deu certo.
Mesmo com muitas coisas dizendo que não,
ignoro todas essas vozes e tenho feito a minha parte. Estou olhando pra coisas novas, coisas que me farão crescer.
 Estou com um novo horizonte, estou com um novo foco, com um novo objetivo.
Estou tentando me encontrar, e aos poucos vejo que estou conseguindo.
 Está na hora de caminhar, está na hora de seguir sem medo.
 Deixei meus medos, tristezas e rancores para trás.
Peguei minhas esperanças, sonhos e coragem, respirei fundo, apontei para o alvo e segui.
 Segui e continuo seguindo e o alvo agora é SER FELIZ.

"Amanhã não se sabe..."

Não se comprometa dessa forma... 
Ainda temos tanta coisa pra viver, 

tantas pessoas a conhecer.
Amanhã podemos encontrar alguém numa esquina qualquer que pode mudar absolutamente tudo.

Vamos viver o agora, sentir o agora...
As promessas pro amanhã deixe no silêncio,
 pois nunca sabemos o que pode mudar. 
" Tente. Sei lá, 
tem sempre um pôr-do-sol esperando para ser visto, 
uma árvore,
 um pássaro, 
um rio, 
uma nuvem. 
Pelo menos sorria, 
procure sentir amor. 
Imagine.
 Invente. 
Sonhe.
 Voe."



[Caio Fernando Abreu]

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

"Eu acredito em profundidades. 

Tenho medo de altura, mas não evito meus abismos. 
São ele que me dão a dimensão do que sou." 

(Clarisse Lispector)

Dizer por dizer .

Eu queria paz, queria poder me sentir leve, realizada... sei lá. Nós nunca nos sentimos realizados, não é verdade? Aquela sensação de que há algo errado apareceu de novo nessa manhã, e eu pensando que tudo tinha ficado bem. Na verdade até está, pois nem sei dizer o que havia de errado. Sinto vontade de dizer milhares de coisas, mas quando tenho a oportunidade às palavras fogem e não tenho idéia de como passar o que realmente sinto. Estou tentando seguir aquelas metas que já lhe disse, e estou indo bem de verdade... Tenho conseguido não pensar nas coisas que passaram e pensar um pouco em como melhorar o futuro. Ainda tenho aquela sensação de insegurança, embora ela esteja bem menor que antes. Tenho evitado pensar nas coisas que me fazem mal e tenho me importado mais comigo mesma. Eu só queria que soubesse que estou melhor e que vou tentar seguir seus conselhos, sinto sua falta. Não espero que tudo volte a ser como antes, mas espero que tudo se coloque no devido lugar.

Sou irremediável!

 “Sou composta por urgências: minhas alegrias são intensas, minhas tristezas, absolutas.
 Me entupo de ausências, me esvazio de excessos. Eu não caibo no estreito, eu só vivo nos extremos. Eu caminho, desequilibrada, em cima de uma linha tênue entre a lucidez e a loucura. De ter amigos eu gosto porque preciso de ajuda pra sentir, embora quem se relacione comigo saiba que é por conta-própria e auto-risco.
 O que tenho de mais obscuro, é o que me ilumina.
 E a minha lucidez é que é perigosa (como dizia Clarice Lispector). Se eu pudesse me resumir, diria que sou irremediável!”

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Eu acredito até o fim!

  Como pode, menina, me diz? Como você ainda acredita nessas coisas? No quê? Você sabe: nas pessoas, no amor, num amanhã melhor do que o hoje. 
Te vejo suspirando pelos cantos, traçando planos mirabolantes, jogando palavras ao vento, e me pergunto como você consegue, de onde você tira tanta determinação? Deve ser algum tipo de predestinação, alguém um dia decidiu que você carregaria esse peso sobre os ombros: ser uma sonhadora. E você se apoderou do título. Teu sonho conduz tua vida, direciona teus passos, molda teu caminho. E você não desiste até alcançá-lo. Não cansa não? acreditar na vida assim, procurar tanto por um amor, quando o mundo lá fora grita que não há mais espaço para finais felizes, muito menos para "felizes para sempre"? Onde já se viu sonhar com amores eternos num mundo tão fugaz? Contos de fadas não existem mais, menina. Todas essas loucuras com que você sonha, as cenas de filme, os pores de sol, as declarações inesperadas, o amor maior do que tudo, tudo isso talvez seja coisa de outro mundo. Me perturba vê-la aqui parada nessa estação a espera do trem que te levará a esse outro mundo. E se ele não mais existir? E se uma onda gigante destruiu o que restara dele? E se todas as pontes que permitiam o acesso foram destruídas? E se? Existem tantos outros trens com tantos outros destinos diferentes, por que insistir nesse destino desconhecido? E se não chegar nunca? Eu sei, você vai dizer que não desiste até chegar lá. Mas em algum momento a espera deve machucar, não? Como naquela vez em que fostes arremessada de forma abrupta do trem que te levaria até lá. Te observei em silêncio, menina, e dessa vez achei que fosse o fim, que você não voltaria jamais a esse ponto de espera que poderia te levar novamente àquela dor incessante que sentias. Mas você voltou. Rasgou pedaços de papel, chorou, sumiu daqui por uns dias, se trancou em seu mundo, mas voltou. Quando eu menos esperei, te vi sorrir ao sentar em frente à plataforma. Lá estava você: cabeça erguida, malas prontas pra começar tudo de novo, esse amor pela vida exposto em cada poro do teu rosto. Você ressurgiu com esperança. De onde sai tudo isso, menina? Que chama de esperança é essa que não apaga nem com as chuvas e rajadas de vento que a vida lança sobre ti? E essas lágrimas que vez ou outra caem? não te ensinam nada? não te dão uma lição? Não, a resposta provavelmente é essa ou então algum daqueles clichês de gente lunática que falam sobre volta por cima e lágrimas serem parte da vida. Lembro daquele dia em que te vi chorar e você sorriu em meio as lágrimas quando me viu e disse baixinho: "Eu ainda acredito." Esse deve ser o teu grito de guerra, menina. Suspeito que no meio da tua angústia, você levanta e brada que ainda acredita. Admiro você. Admiro a sua coragem e sua entrega. Mas me diz, menina, mesmo assistindo de perto a todas essas chegadas e partidas dolorosas, você ainda acredita?

Eu acredito até o fim! #
"Somos capazes de resultados que não esperávamos. 
De mudanças que já não acreditávamos ser possíveis. 
De improvisos maravilhosos."

domingo, 22 de janeiro de 2012

Sorrisos

"As vezes eu tenho a impressão de que alguns sorrisos são ondas que começam no coração, brincam de sol nos olhos e, instantaneamente, levam clarão para a boca, para o rosto todo,
 para a vida inteirinha."
(Clarice Lispector)

Recomeçar

 Não importa onde você parou, em que momento da vida você cansou, o que importa é que sempre é possível e necessário "Recomeçar". 

Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo. É renovar as esperanças na vida e o mais importante: acreditar em você de novo.
Sofreu muito nesse período? Foi aprendizado. Chorou muito? Foi limpeza da alma. Ficou com raiva das pessoas? Foi para perdoá-las um dia. Sentiu-se só por diversas vezes? É por que fechaste a porta até para os outros. Acreditou que tudo estava perdido? Era o início da tua melhora. Pois é! Agora é hora de iniciar, de pensar na luz, de encontrar prazer nas coisas simples de novo.  Que tal um novo emprego? Uma nova profissão? Um corte de cabelo arrojado, diferente? Um novo curso, ou aquele velho desejo de aprender a pintar, desenhar, dominar o computador, ou qualquer outra coisa? Olha quantos desafios. Quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus te esperando. Tá se sentindo sozinho? Besteira! Tem tanta gente que você afastou com o seu "período de isolamento", tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu para "chegar" perto de você. Quando nos trancamos na tristeza nem nós mesmos nos suportamos. Ficamos horríveis. O mau humor vai comendo nosso fígado, até a boca ficar amarga.
Recomeçar! Hoje é um bom dia para começar novos desafios. Onde você quer chegar? Ir alto. Sonhe alto, queira o melhor do melhor, queira coisas boas para a vida. Pensamentos assim trazem para nós aquilo que desejamos. Se pensarmos pequeno, coisas pequenas teremos. Já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente lutarmos pelo melhor, o melhor vai se instalar na nossa vida. E é hoje o dia da Faxina Mental. Joga fora tudo que te prende ao passado, ao mundinho de coisas tristes, fotos, peças de roupa, papel de bala, ingressos de cinema, bilhetes de viagens, e toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados. Jogue tudo fora. Mas, principalmente, esvazie seu coração. Fique pronto para a vida, para um novo amor. Lembre-se somos apaixonáveis, somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes. Afinal de contas, nós somos o "Amor".

 (Paulo Roberto)

Seguidores :